Pages

domingo, 30 de novembro de 2008

Simon

Publicado por mim originalmente no Mural na Net. 
 
Olha essa imagem aí abaixo? Conhece esse jogo?
 
 
simon - jogo da memória
 
 
O nome original dele é Simon, mas aqui no Brasil ele recebeu o nome de Jogo da Memória (se não me engano, quando ele foi lançado nos anos 80 ou 90 pela Estrela].
 
Pra quem nunca jogou, aqui vão as instruções. Você deve clicar sobre as quatro teclas coloridas repetindo a mesma seqüência que o computador fizer. Ligue as caixas de som do computador! Tudo começa com um pequeno toque em uma tecla; o computador vai sempre incrementando a seqüência à medida que você repete corretamente a que foi feita por ele - Ah, é ele, o computador, que começa, viu?
 
A tela inicial do jogo diz "Faça o que Simon diz... Siga o padrão de luzes e sons o quanto você puder... se você puder!"
 
CLIQUE AQUI para ir à página do jogo.
 
Preste muita atenção, veja até onde sua memória te leva e conta pra eu o teu recorde. Vamo vê quem vai mais longe! E...
 
Boa diversão!
 
[passatempo, entretenimento, webgame, jogo on line]
 

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Utilidades computadorianas 15

How do I… Create the autorun.inf file for my CDs and DVDs? [Como eu… crio um arquivo autorun .INF para meus CDs e DVDs?]
Quick Media Converter - programa gratuito que permite fazer a conversão entre vários tipos de arquivos multimídia (vídeo e áudio)
Duplicate Cleaner 1.2.0 – programa gratuito pra eliminar arquivos duplicados
 
[hardware, converter arquivos de mídia, como escolher um monitor LCD, acelerando a conexão discada, aumentando a autonomia da bateria do notebook, tira-dúvidas]
 

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Matérias da revista téchne 138

Matérias da Revista téchne 138 (agosto de 2008):
 
   - distância entre o registro de fechamento de gás de rua e o aquecedor
   - eflorescências em pisos de porcelanato
 
[norma, tecnologia, patologia das construções, técnica de construção, construtiva, método construtivo, obras, serviços, de fundação, elementos pré-modados]
 

segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Assovie a música que a Web 2.0 a encontra para você

Com o desenvolvimento das redes sociais, multiplicam-se as formas de interação. Baixar músicas e saber mais sobre os artistas são apenas alguns desses tipos de interação.

Existem alternativas para quem deseja compartilhar playlists, mandar seleções feitas especialmente para outra pessoa e um site análogo ao site de recomendações de notícias Digg.

A maioria desses sites é em inglês, mas boa parte deles — MySpace, Deezer e Musicovery incluídos — já contam com versões em português.

Clique aqui e leia o restante dessa matéria no UOL Tecnologia.

 
[ouvir música on line, rádio por stream]
 

Pseudopoesia VIII : Carta ao amor futuro nº 3

** As cartas nº 1 e 2 não serão publicadas. Foram arquivadas no meu museu pessoal. **
 
Carta ao amor futuro nº 3 – Sobre nosso futuro 

Com muito carinho,
de: seu amor
para: o meu incógnito amor

Amada,
estimada e apreciada,

não queiramos nós abreviar a hora.
Não, não pensemos nós
que já muito tempo se passou
ou foi perdido.

Quando nossos futuros se encontrarem
haverá um novo tempo,
mas não um futuro.
Ganharemos um grande presente:
eu, você;
você, eu.
E nossos passados morrerão...
de inveja.

 
 
[poema, poesia]
 

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Tendinite e saúde dos olhos

Algumas notícias interessantes que achei por acaso:
 
 
[medicina, dicas de saúde, prevenção]
 

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Grandes obras I [ou... como não se deve construir]

Olha só isso aí!
 
 
Image Hosted by ImageShack.us
 
 
Não é esta uma grande obra?!
 
Agora, acho que isso deve ser uma montagem, algo feito no Photoshop. Num tem condições do cara em sã consciência fazer uma burrada dessas! A não ser que o indivíduo tenha aprendido construção civil num curso do Instituto Universal. He he he he.
 
Fonte: Pavablog
 
[burradas da construção civil]
 

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Adivinha

Uma adivinha pra quebrar um pouco a cuca:

O que é maior do que Deus?
O que é pior que o Diabo?
Os pobres têm.
Os afortunados precisam.

De acordo com blog Infinitos Momentos, estas perguntas foram feitas num Jardim da Infância e numa Universidade. 85% das crianças souberam a resposta de imediato, e somente 17% dos universitários.

Coloca aí nos comentários a tua resposta e diz quanto tempo você ficou pensando pra achá-la. Em breve direi a resposta lá no Mural na Net (no post onde botei essa mesma pergunta).

[charada, o que é o que é]
 

Fotos/papéis de parede no flickr

Navegando pelo Flickr à procura de fotos das construções faraônicas que tão fazendo por lá, achei belíssimas fotos emolduradas do usuário V J Spectra que podem ser usadas como papel de parede. A maior resolução em que elas estão disponíveis é 1000x706 pixels, o que não coincide com a resolução de monitor widescreen algum [pelos menos até onde sei], mas, elas podem servir em monitores operando com resolução de 1024x768 pixels ou telas de netbooks, celulares, iPads etc..
 
Abaixo estão algumas das imagens que mais gostei. Clique na legenda para ir à página de cada uma.
 
 
 

terça-feira, 18 de novembro de 2008

Vilarejo, de Marisa Monte, e a nostalgia

O vídeo e o texto abaixo foram postados originalmente pelo Gonzaga (meu irmão pela fé e também mantenedor do Mural na Net) lá mesmo no Mural na Net. Após o vídeo estão os meus comentários.
 
 
Por Gonzaga S.
 
Uma das minhas canções preferidas é "Vilarejo" de Marisa Monte. A canção fala de uma vila bucólica onde cabe todo o mundo, desde Palestina a Shangri-lá, terra de heróis, lares de mãe, frutas no quintal, onde o tempo espera, as janelas estão abertas, em todas as mesas tem pão, flores enfeitam caminhos, destinos, vestidos. Peitos fartos , filhos fortes...
 
A doçura da melodia e a letra maravilhosa nos faz viajar para este "lugar real" e nos causa uma certa nostalgia que me faz pensar que fomos feitos para este lugar. É um paradoxo sentir saudades de um lugar onde nunca estivemos, mas que permeia cada canto da nossa alma. Vilarejo é simples e belo, é o mundo como Deus o projetou.
 
 
 
 
Meu comentário postado lá no Mural na Net:
 
Já tinha ouvido esta música algumas vezes, mas sem atentar para a letra, pois muitas vezes me detenho mais em ouvir a melodia. Não sabia que ela era Vilarejo e que a letra era tão bonita assim.
 
Quanto à letra e seu efeito "nostálgico", é interessante isso! Também sinto, de vez em quando, esse sentimento que costumo chamar de "saudades de lugares e tempos em que nunca estive (ou seria: onde ainda não estive?)".

Penso em lugares e tempos criados na minha imaginação, em lugares reais onde nunca estive e também imagino um mundo ideal. O que seria isso? Um desejo que Deus inseriu dentro de nós assim como aquela "moral/bom senso" que Paulo fala nos primeiros capítulos de Romanos?
Quem permanecer verá!
 
Do ponto de vista da música, a melodia é meio hipnótica. Ou apenas me é bem atraente porque coincide com meus padrões internos - os quais uso até implicitamente pra classificar, rotular, analisar e, simplesmente, perceber o mundo que me cerca. Vilarejo ficaria ainda mais bonita se fosse acompanhada por instrumentos típicos da música clássica: violinos, violoncelos e contrabaixos.
 
[cristianismo, pensamento, pensonhamento]
 

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

5ª cidade (blog)

5ª Cidade - Cultura Urbana e Reabilitação é um blog português que, como o próprio nome diz, trata de cultura urbana e reabilitação urbana tendo como temas orientadores: reabilitação física; econômica e social dos centros históricos e da cidade em geral; cidade em crise; patrimônio cultural e edificado; teoria e prática urbana e sustentabilidade urbana.
 
Talvez o conteúdo do site seja mais útil a um arquiteto (ou historiador, sei lá), mas achei de falar dele aqui em virtude de ter encontrado lá (por acaso e sem estar procurando) uma imagem de um mapa antigo de Paris (do link pra ele não me lembro mais).
 
Há uma frase de Michaux [não sei quem é esse cabra e tô com preguiça de pesquisar] próximo ao cabeçalho do blog:
 
 

"Não se vêem vírgulas entre as casas, o que torna tão difícil a sua leitura e as ruas tão cansativas de percorrer. A frase nas cidades é interminável."

 
 
[arquitetura urbana]
 

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Cuidados com as baterias do no-break

 
Nada como o uso de um no-break para a proteção de nosso computador e equipamentos contra problemas na rede elétrica.
 
Muitos se esquecem das baterias existentes no no-break. Pequenos cuidados garantirão a efetiva proteção de seus equipamentos:
 
  • Não deixe o no-break por longos períodos desligado da tomada. Mesmo se o no-break estiver desligado, seu cabo de alimentação conectado na tomada garantirá a carga na bateria. Caso necessite deixar o no-break sem uso, e desligado da tomada, desconecte a bateria. Este procedimento garantirá o efetivo tempo de vida da bateria.
  • Necessitando armazenar / guardar uma bateria, coloque-a em local seco, ventilado e sem incidência de raios solares.
  • Baterias armazenadas por mais de 6 meses devem sofrer cargas periódicas em intervalos de 6 meses. Você poderá utilizar o próprio no-break para carregar a bateria ou carregadores apropriados para esta finalidade.
  • Um dos inimigos da bateria é o calor, armazenando-a, procure deixá-la em locais bem ventilados. Quanto mais alta a temperatura, maior será sua auto descarga.
  • Verifique se os terminais ligados na bateria estão firmes e bem encaixados.
  • Não deixe objetos metálicos sobre a bateria, eles poderão causar um curto circuito.
  • Baterias não devem ser descartadas em lixo comum, pois representam um risco ambiental de descartadas de forma não apropriada.
 
Mais informações sobre Problemas de Energia Elétrica, Consumo de um equipamento (WATTS x VA), tipos de equipamentos de proteção, Sistemas de No-Break e Dimensionamento do No-Break podem ser encontradas neste artigo do próprio Arnaldo.
 
[hardware]
 

Anara Tower - mais um arrojado edifício

"Dez entre dez arquitetos sabem que Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, é o país mais provável para transformar devaneios arquitetônicos em manchetes de jornal."
 
Pois é, e agora vão construir um edifício inspirado um uma turbina, o Anara Tower. Imagens da maquete eletrônica seguem abaixo.
 
 
anara tower 2 anara tower 1
 
 
Lá no Portal do Arquiteto tem mais fotos e um texto sobre o edifício, seus projetistas etc.. Veja também o site oficial do empreendimento.
 
Imagens tiradas do Portal do Arquiteto e do site do empreendimento.
 
[maravilhas da arquitetura, edifícios modernos, Leed]
 

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Cockney rhyming slang: a gíria das ruas de Londres

Cockney rhyming slang é um estilo à parte de gíria londrina que você não vai encontrar em dicionários como o Dictionary of Slang. Segundo um amigo londrino, é a “gíria dos motoristas de táxi”; já a Wikipedia diz que é uma forma de gíria originada no East End de Londres. Qualquer que seja a origem, a cockney slang é no mínimo divertida: são expressões que rimam com as palavras que elas representam. Veja alguns exemplos:

» bread and honey (pão e mel) significa money (dinheiro)

» apples and pears (maçãs e pêras) significa stairs (escada)

» trouble and strife (problema e conflito) significa wife (esposa)

A coisa fica mais complicada quando a expressão é abreviada e só o início é usado:

Stop telling me porkies!pork pies (tortas de carne de porco) significa lies (mentiras)

Para saber mais sobre cockney rhyming slang, visite esses sites:

Cockney Rhyming Slang

Aldertons

Cockney Rhyming

 
 
[linguagem coloquial, informal]
 

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Brasil pode liderar futuro de energia limpa

Notícias da GazetaWeb:
 
 
Também interessante:
 
[meio ambiente, desenvolvimento sustentável, combustíveis, poluição]
 

segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Utilidades computadorianas 14

Clickjacking: Potentially harmful Web browser exploit [Sobre a exploração potencialmente danosa de links em navegadores web]
How do I … create multiple virtual desktops in Windows?  [Como eu… crio múltiplos desktops virtuais no Windows?]
 
[software, hardware, segurança on line, telefonia móvel, celular, acelerar inicialização, boot, do windows, dicas de sites úteis]
 

sábado, 8 de novembro de 2008

Bongo Balls

Postado por mim originalmente no Mural na Net.
 
O último jogo que postei aqui, o Chat Noir, era bem chatinho, pois o bichinho era um tanto difícil! Necessário era queimar um pouco os neurônio!!  :-((  Alguém já conseguiu cercar aquele bixano?
Mas agora sugiro um jogo "normal".
 
O jogo da vez é o Bongo Balls. Ele tem uma leva de variações espalhadas pela net, cada uma com um nome e tema de fundo diferente. A maioria delas são jogos pra baixar e não são gratuitos [mas, se você souber de alguma versão gratuita, fala pra ieu, viu?]. Um versão on line bem elaborada é a disponível no MSN.com (o MSN em inglês), que se chama Luxor e usa como tema de fundo a cultura egípcia (ele já tem até uma segunda versão e mais outras lá no site). Se você não acha que o jogo é uma heresia e não deve conter mensagens subliminares ou algo pior, jogá-lo no MSN.com é uma boa pedida até porque seus recordes ficam registrados no site e você coleciona insígnias por isso. Basta fazer o login com seu hotmail para registrar a pontuação. Até tentei jogar ele por esses dias, mas o bicho não carrega aqui no meu PC. Não sei o porquê disso.
 
Se você não se sente contemplado pelo Luxor, então vá de Bongo Balls. A tela da primeira fase do jogo é essa aí abaixo.
 
 
Bongo balls
 
 
Esse "trem" de bolinhas coloridas que você vê acima se move devagar sobre o caminho tracejado até chegar ao buraco no canto superior esquerdo. Você não pode deixar que isso aconteça! Para evitar essa tragédia, você deve - com o aúxílio do mouse - manobrar o macaquinho com o canhão de bolas fazendo-o atirar a bola que ele tem junto a outras no "trem" que tenham a mesma cor. É preciso formar um conjunto de 3 bolas, no mínimo, para fazê-las sumir, dimuindo o tamanho do "trem". Ao eliminar todas as bolas, você completa o nível e é levado ao próximo.
 
Boa diversão!
 
[webgame, entretenimento, passatempo jogo on line]
 

sexta-feira, 7 de novembro de 2008

A banalização da informação (um exemplo)

Deparei-me com essa preciosidade/pérola do mundo da informação (leia-se internet, jornalismo ou coisas do gênero) agora há pouco quando acessava a home page do UOL.
 
giovana antonelli informação inútil
 
Agora a pergunta que não quer calar: o que fazer com uma informação dessa?
Antigamente as pessoas seriam anormais se dissessem que eram a favor!
 
Nem me atrevi a ler essa pequena preciosidade de conhecimento.
 
[inutilidades, informação inútil, admirável mundo cão, pérola jornalística]
 

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Pseudopoesia VII : Pequena e rimada nº 5

Pequena e rimada nº 5 – Espero

Eu espero,

e quero porque quero,
e desejo,

e espero...

espero...

Espero e,
por vezes,
me desespero
porque desejo o que tanto quero
e não sei o que fazer
pra ver diante de mim –
a realidade tão pensonhada –
o meu desejo sem fim.
 
 
[poema, poesia]